segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Homossexualismo sem viadagem, como você nunca viu

Detonamos os principais argumentos da militância gayzista: do casamento à homofobia, descubra as falácias homossexuais e saiba por que o discurso LGBT é totalmente sem sentido.

Embora esteja no título, este não é um artigo sobre homossexualismo. Não pretende-se discutir seu aspecto biológico, moral ou religioso: em uma sociedade livre, cada um é livre para exercer a sua vida sexual como desejar. Embora eu tenha minhas convicções, respeito a liberdade de cada indivíduo no "rala e rola". Ah! Seria tão bom se a esquerda pensasse assim!


Para além das paredes sigilosas do quarto, a orientação sexual tem a mesma importância de uma camisinha usada: nenhuma. Ao contrário do que vocifera a militância gayzista, aqui no Brasil "homos" e "héteros" são iguais perante à lei. Sendo assim, os rebeldes inconsequentes - os mesmos que pulam de alegria ao presenciarem beijos gays nas novelas, estão errados. Sim, a militância gayzista não tem sentido prático nenhum! E vou provar! Não é homofobia, é lógica.

 Um beijo gay em horário nobre é suficiente para esquerdistas virarem a casaca e adorarem a Globo! Que contradição!

Primeiramente, as palavras "heterossexual" e "homossexual" sequer aparecem no Código Penal (Lei 2.848/1940) e tampouco na Constituição Brasileira (1988). Esta última, inclusive, diz através do Art. 5º que "todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza". E embora o Art. 226º diga o óbvio - que casamento existe só entre homem e mulher, a união civil homossexual foi legalizada no Brasil em maio de 2011. Ora, se tanto gays quanto héteros têm os mesmos direitos e deveres como cidadãos e inclusive podem se casar, qual o motivo do vitimismo gay!?

Como se não bastasse, o assassinato em massa de homossexuais - tão denunciado pela militância LGBT, é uma falácia barata. Um incômodo artigo de Júlio Lins no Mídia sem Máscara derruba o alvoroço gay. O autor aponta que dos quase 50.000 homicídios por ano cometidos no Brasil (dados do Estadão), apenas 200 são de homossexuais (dados da Câmara dos Deputados). Vale lembrar que isso corresponderia à apenas 0,42% da população. E, que de acordo com a Revista Superinteressante, 7,9% dos brasileiros e 3,3% das brasileiras seriam gays. Desta forma, e matematicamente falando, a quantidade de homossexuais assassinados seria inferior e/ou igual à de heterossexuais.

 Clodovil: um gay que odeia a militância gayzista. Motivos não faltam.

Outra questão bastante referenciada pela gaystapo - como Júlio Severo chama este tipo de militância, reside no fato de homossexuais sofrerem discriminação social, como preconceitos e/ou gozações na escola. Nisso eu devo concordar: gays sofrem bullying. Homofobia! Gordos sofrem bullying: gordofobia! Carecas sofrem bullying: carecofobia! Dentuços sofrem bullying: centufobia! Moradores do Acre sofrem bullyng: acrefobia! Deve-se dizer que todos que não se enquadrem em padrões sociais e/ou estéticos de sucesso sofrem bullying. Senhores militantes LGBT, seria muita pretensão achar que só vocês são discriminados pela sociedade, não é mesmo?

Na contramão da irresponsabilidade militante, o blog Gays de Direita é um reduto de homossexuais decentes, envergonhados com as irresponsabilidades dos esquerdistas. Desabafa seu criador: "A ideia de criar o blog surgiu em uma festa na casa de um amigo, onde percebi que praticamente nenhum homossexual ali compartilhava dos mesmos ideais de cunho esquerdista do movimento gay". Prova-se assim, que os movimentos LGBTs são essencialmente contrários às verdadeiras noções de igualdade. Ao protagonizarem o desrespeito às religiões e o culto às Paradas Gay, ajudam a forjar artificialmente um estereótipo massificado, tipo este que está longe de representar a totalidade dos indivíduos.

 98% dos gays sentiriam vergonha desta imagem. Feliciano não os representa, mas a militância LGBT também não!

Contrariando o bom senso, marxistas e gramscinianos esquecem que orientação sexual é apenas uma questão de gosto pessoal. Em um estado laico, gays não são obrigados a seguir a "moral burguesa", mas devem respeitar a liberdade dos héteros - inclusive a liberdade de culto religioso. Gays são livres para serem amantes, mas a Igreja também é livre em seus dogmas. Se Luiz Mott e Jean Wyllys são livres para se expressarem, Marco Feliciano e Silas Malafaia também são!

Enfim, ser gay é uma questão de sexo, mas ser chato não. Em um país de direitos e deveres iguais para homens, mulheres, gays e hermafroditas, a militância é totalmente irracional. Falta dizer aos esquerdistas que eles já conseguiram tudo o que queriam, agora só falta nos deixarem em paz.

OBS: Não me venham me acusar de homofóbico! Veja que em MOMENTO NENHUM condenei a conduta homossexual, somente a militância gayzista. Saiba interpretar texto, burro!


Fontes:

http://gaysdedireita.blogspot.com.br/

http://oab-rj.jusbrasil.com.br/noticias/100519433/aprovado-o-casamento-gay-no-brasil-raquel-castro

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848compilado.htm

http://www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/11637-a-manipulacao-dos-dados-de-assassinatos-contra-gays.html

http://blogs.estadao.com.br/crimes-no-brasil/2009/12/03/a-morte-nas-grandes-cidades/

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/DIREITOS-HUMANOS/151535-PESQUISAS-MOSTRAM-AUMENTO-DA-VIOLENCIA-CONTRA-HOMOSSEXUAIS.html

http://super.abril.com.br/cotidiano/brasil-homossexuais-sim-444558.shtml
Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Só gostaria de observar que ânus é o esgoto do corpo e inseminar ânus é buscar a reprodução fecal, visto que sexo É REPRODUÇÃO.
    Aquilatar uma vagina, a porta da vida a um ânus, o esgoto do corpo é o mesmo que afirmar que gente é merda são as mesmas coisas.
    No caso dos pederastas e sodomitas até concordo, visto que buscam reproduzir excremento!!
    Pederastia é crime de lesa humanidade, deseja substituir os fetosd pelos fecos!!
    Sem esquecer que todo pederasta e sodomita São pedófilos, visto que ânus é maduro desde o mecônio e esses entes sodmitas entendem que ânus é orgão sexual, logo criança está madura desde a primeira defecada!!!
    Pensemos nisso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. César, assino embaixo!
      Detalhe para a falácia da falsa analogia, comum na gaystapo: colocam no mesmo patamar ânus e vagina, e, por extenso, heterossexualidade e homossexualidade. Um dos arJumentos mais recorrentes dessas pessoas é "se heterossexual pode, por que homossexual não poderia?" tratando as duas coisas como se fossem natural e moralmente equivalentes. Aliás, é a chamada petição de princípio: estabecem, por princípio, que homossexualidade está no mesmo patamar moral e natural da heterossexualidade. Depois, é só "indignar-se" com as "injustiças" de quem não aceita a normalidade de atos como o da novela.

      Excluir
  2. Boa tarde a todos.
    A guerra cultural do marxismo contra a civilização consolidou-se a partir do CVII, a grande apostasia da Igreja Católica. Os resultados dessa reengenharia já se pode constatar nesta notícia - http://www.rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1977878 - , publicada no sítio oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro. A ideologia de gênero, não mais sorrateiramente, sendo implantada no ensino público brasileiro.
    Grato por sua atenção.
    Marcos Braga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Marcos,

      Infelizmente, a ideologia de gênero não está somente nas escolas, mas infiltrada em todos os ramos da sociedade. É peixe grande, financiado pelas ONGs globalistas e pelas coalizões de esquerda latinoamericanas. Assim, a diretora transexual é só a ponta minúscula do iceberg.

      Os LGBT não se contentam com a orientação sexual deles. Tudo bem, acho válido o direito de cada um escolher sua conduta sexual, mas empurrar o gayzismo goela abaixo da sociedade não dá.

      Excluir
  3. Meu deus, esse post me fez lembrar os semestres sofriveis do curso de sociologia, em que as discuções envolvendo sexo, genero, feminismo eram as matizes maximas dos meus professores doutores, que merda. Eu querendo saber mais de weber e eles insistindo nesse assunto. O engraçado era assistir meus colegas acéfalos que por hora puxavam o saco dos professores, mas quando interrogados por mim de forma pessoal diziam que não desejavam que seus filhos fossem gays. Nessas horas eu ria e me perguntava que diabos estou fazendo aqui? Abraço, o blog esTa cada vez melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sociologia é uma área do conhecimento muito interessante, mas que está TOTALMENTE aparelhada pelo marxismo cultural.

      Tá certo que toda a ciência humana está, mas sociologia é DEMAIS. Passou do limite do bom senso.

      Os sociólogos são "lobotomizados" na faculdade e depois vão ensinar bobagem nas escolas. A sociologia de ensino médio serve somente para doutrinar os aluninhos inocentes. Não existe reflexão, somente cópia do esquerdismo caviar.

      Eu espero que, pelo menos na academia, isso mude um dia...

      Obrigado por gostar do blog! Abraço

      Excluir
  4. Sou gay e adorei o texto, concordo plenamente da invasão dos esquerdistas de merda que fingem ser a favor dos gays. Como pode um homossexual ser comunistas?? Só sendo um completo burro e raciocinar somente com o cú.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante seu comentário. O que é mais contraditório é que os próprios esquerdistas cometem atrocidades contra homossexuais. Na URSS eram enviados às Gullags, e em Cuba eram fuzilados.

      Foi com a sociedade capitalista que ganhou força o respeito às diferenças. Respeito este, que defendo fortemente.

      Excluir
  5. Homossexual que se preze não apoia a esquerda. Sabe por quê?

    Nós gays somos usados como massa de manobra dos camaradas.

    Nós gays temos nossos direitos resguardados em países capitalistas, não em países comunistas.

    A esquerda apoia a expansão islâmica, que é a maios ameaça à civilização pós-moderna, um perigo iminente para gays, cristãos, ateus, etc.

    Quero que Cuba, China e Rússia (Países verdadeiramente homofóbicos) se danem, amo as potências ocidentais, onde nós gays vivemos com liberdade, prosperidade, glamour (rsrs) e visibilidade.

    Um abraço para todos!

    ResponderExcluir
  6. Não é homossexualismo, assim como não é heterossexualismo, e sim homossexualidade, e isso não sou eu quem digo, é a ciência.

    Bem, vou replicar a mensagem que pus em outro post.

    Eu só não abraço de vez a direita, prefiro ficar no centro, porque em nosso país o elenco de representantes dessa ideologia está cheio de fascistas de verdade. Não me refiro ao autor deste blog, nem a Rodrigo Constantino, Luiz Felipe Pondé, etc. E sim, por exemplo, a Silas Malafaia que compara a homossexualidade a pedofilia, bestialidade e necrofilia. KKKKK. Ele ainda diz que a origem da homossexualidade é 100% comportamental. Enfim, ele alegra os débio-mentais que pensam como ele, mas denigre a direita tupiniquim como um todo.

    É LA-MEN-TÁ-VEL, sujeitinhos como esses destruindo a boa imagem da direta nacional.

    ResponderExcluir

Não seja um esquerdista chato, comente civilizadamente!

Mais dúvidas? Pergunte-me em: http://ask.fm/diariodeumexcomunista