sábado, 25 de janeiro de 2014

5 xingamentos esquerdistas frequentes: Como se defender.

Reaça! Fascista! Classe Média! Alienado! Manipulado pela Mídia! Assim que acabam seus argumentos, estas são as palavras direcionadas a nós, pobres pensadores! Aprenda a defender-se destas acusações e saiba imobilizar um debate!

Veja também: Mais 5 xingamentos esquerdistas frequentes: Como se defender

I - CONTEXTUALIZAÇÃO:

Na sociedade moderna, uma lata de cerveja no sábado é sinônimo de pessoas sorridentes e artificiais tentando preencher suas angústias mundanas com sociabilidade. Em meio à embriaguez noturna, o surgimento de indagações políticas é praticamente inevitável. Na prática, quase toda mesa de bar termina em discussões filosóficas acaloradas e irracionais, nas quais o pensamento esquerdista hegemônico não hesita em triunfar. Quanta cerveja foi desperdiçada nos brindes vigaristas à morte da Margareth Thatcher!

Em situações de risco, um direitista solitário e enclausurado só tem duas opções de ação. A primeira, amiga da prudência, é a racionalidade. Consiste em não responder e/ou desviar o foco do assunto discutido. Exemplo: "Veja cara! Eu só voto no PSOL!". Desvio prudente: "E aí? Como anda a facul?". Ou: "O feminismo nunca matou ninguém, mas o machismo mata dos os dias". Desvio prudente: "E aí? Como tá a namorada?" Esta opção termina com bêbados felizes cantando Legião Urbana na calçada. Não é meigo?

"Esse cara é um reaça! Credo! Como você chamou esse imbecil!?"

Não é preciso dizer que sempre opto pela segunda opção, a barulhenta e suicida. Esta consiste em rebater as argumentações,  ponto à ponto. Não devo negar que é uma ótima forma de exercitar a oratória e ganhar alguns novos inimigos. Entretanto, há de se dizer que após a destruição filosófica e moral dos esquerdistas presentes, esta alternativa quase sempre termina mal. Queimada a chama da discussão, sobram somente as cinzas: palavrões e insultos. Reaça! Burguês classe-média! Fascista! Alienado! Manipulado pela mídia! Quando isso ocorre, só há uma cartada! Rebater os próprios xingamentos! Por que não?

II - IMOBILIZANDO O INIMIGO

1 - SEU REAÇA!

Resposta A) "Reacionário", por definição, é o indivíduo que defende o passado. Se o comunismo fracassou em todos os países e teoricamente acabou em 1989, logo, quem deseja "voltar ao passado" é você com sua mentalidade esquerdista. Seu reaça!"
 
Resposta B) "Reaça" é uma abreviação de "reacionário", que significa "ato ou efeito de reagir". Ao longo da história, quem mais "reagiu" contra o sistema foi a esquerda. Se o "sistema" é comandado pela burguesia, então reacionários são vocês que "reagem", não é!?"

Resposta C) Simplesmente diga, calma e pausadamente: "Sou reacionário. Minha reação é contra tudo que não presta. - Nelson Rodrigues".


Faça a mesma
expressão facial 
da foto!








2 - SEU FASCISTA!

Resposta A) "O nazismo e o fascismo correspondiam à estados totalitários, protecionistas, com economia centralizada e intervenção excessiva na vida dos cidadãos, logo, eram de esquerda. Por essa lógica, fascista é você!"

Resposta B) "O partido de Hitler chamava-se Partido Nacional Socialista, cujas ações malévolas e autoritárias eram claramente inspiradas no marxismo e no stalinismo. E agora fascista é quem defende liberdades individuais!? Era só o que me faltava!"

Resposta C) "Lenin, Stalin e Mao Tse Tung - ditadores sanguinários de esquerda, se assemelharam muito mais à Hitler do que ícones da direita como Ronald Reegan, Margareth Thatcher e Winston Churchill."

Hitler e Stalin: 
qualquer semelhança NÃO é 
mera coincidência!









3 - SEU CLASSE MÉDIA!

Resposta A) "De acordo com critérios oficiais, a classe média tem renda per capita entre R$ 291 e R$ 1.019. Você, com toda essa vontade de mudar o mundo, é da classe dominante! Que feio, hein camarada!?"

Resposta B) "Enquanto estamos aqui discutindo, a "classe oprimida" está andando de Golf rebaixado, usando tênis Nike Shox e boné da Oakley."

Resposta C) "Você se considera igual à outros da sua "classe social"? Não né? Então por que diabos EU seria idêntico à 53% da população que pertence a "classe média"?

Ganho R$ 15.000
dando aulas na USP,

e vendo livro didático
pra caramba,
mas odeio 

a classe média!








4 - SEU ALIENADO!

Resposta A) "O conteúdo que você gosta é sempre "crítico", mas o que não lhe agrada é "alienação". Legal usar a língua portuguesa para manipular suas vontades, né, animal!?"

Resposta B) "Segundo Marx, em O Capital, o conceito de alienação corresponde unicamente ao desconhecimento do trabalhador perante à sua relação com os meios de produção. Se eu conheço a teoria da mais-valia, logo, não sou alienado!

Resposta C) "Alienação significa "desarranjo das faculdades mentais". E realmente, foi a direita "desarranjada" que matou 150 milhões de pessoas, né!?"

 




Então você lê Carta Capital, Brasil de Fato, Sakamoto, Lola, Luiz Nassif e se acha o sabichão!?

Conte-me como é ser alienado pelos marxistas!








5 - SEU MANIPULADO PELA MÍDIA!

Resposta A) "Mídia" remete à "meios de comunicação." Se eu fui manipulado pela Veja e pela Globo, você foi manipulado pela Carta Capital e pelo Leonardo Sakamoto. Você não é Deus para estar onipresente, onipotente e onisciente no planeta inteiro!"

Resposta B) "Você ficou doze anos na escola e cinco anos na faculdade e não percebeu que foi doutrinado! Aí o "manipulado" sou EU que estudei para sair do lamaçal intelectual!?" Como é!?

Resposta C) "Manipular" as massas é coisa de cozinheira. Indivíduos com objetivos específicos aprendem de acordo com seus interesses e necessidades. Ou você sabe tudo de física quântica, cabeção!?

Olavo, Dr. Honoris Causa,
estudou a vida toda 

e e escreveu mais de 25 livros: 
manipulado pela mídia.






6 - SEU LEITOR DO BLOG DIÁRIO DE UM EX-COMUNISTA!

Resposta) Obrigado, você também é linda!

Lobão aprovaria esta resposta!













Continue lendo! Aqui tem mais 5 xingamentos para você se defender!
http://www.diariodeumexcomunista.blogspot.com.br/2014/06/mais-5-xingamentos-esquerdistas.html

Fontes:

http://michaelis.uol.com.br/
http://direitasja.com.br/2012/03/27/as-cinco-mentalidades-politicas/
http://meuprofessordehistoriamentiupramim.blogspot.com.br/2013/10/a-esquerda-brasileira-treme-diante-da_22.html
http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/afinal-quem-e-classe-media-no-brasil
http://machismoesclarecido.blogspot.com.br/
Comentários
29 Comentários

29 comentários :

  1. Muito bom! lendo esse texto me lembrei da famosa frase de Lênin " acuse-os do que você faz, xingue-os do que você é". Isso é ser um verdadeiro esquerdista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! A maioria deles é assim.

      Tanto que com um pouquinho de conhecimento - não precisa de muito, basta ter mais do que dois neurônios, já conseguimos desmascarar suas ideias.

      Excluir
  2. Mais um texto fenomenal do Diario!!!

    To começando faculdade e ja estou sentindo cheiro de merda (esquerdismo) nos corredores e com certos professores e discursos de alunos,vou usar e aprimorar essas respostas

    Cara,queria ver a tua opnião sobre esses rolezinhos e os movimentos sociais que a esquerda orquestra,ve que nessa merda de onda de rolezinhos ja teve racialista afro falando de preconceito so porque alguns desses baderneiros arruaceiros vagabundos que so promovem danos e arrastoes são negros,se possivel queria saber a tua opnião para humihar esses racistas nojentos que acham que so porque é negro e pobre pode sair quebrando tudo o que ver pela frente

    Grande abraço,voce ja ta nos meus favoritos,fica com Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Obrigado pela força!!

      Eu já passei por essa fase de faculdade e tive ""sorte"" que era esquerdista, então não era tão odiado. Nas provas era só falar bem do Marx e falar mal do capitalismo que ficava tudo bem!

      Esses rolezinhos deram o que falar. Quase postei sobre eles essa semana!

      Existem dois tipos de pessoas que vão à esses eventos:

      1) Gente que vai fazer balada diurna no shopping.
      2) Gente que vai pra assaltar e fazer baderna.

      É só botar em cana quem assalta as lojas! É simples! Mas no Brasil tudo vira política! É impressionante" Nenhum deles "rouba porque é filha da puta", mas sim porque "vive em um capitalismo opressor". Essa relativização moral me deixa ferrado.

      Ah! E sobre o fato de serem negros:

      1) Existem negros honestos e negros bandidos.
      2) Existem brancos honestos e brancos bandidos.

      E pelo fato de serem pobres:

      1) Existem pobres honestos e pobres bandidos.
      2) Existem ricos honestos e ricos bandidos.

      Indivíduos são indivíduos.

      Recomendo a leitura destes dois textos:

      http://www.diariodeumexcomunista.blogspot.com.br/2013/10/coitadinho-do-bandido.html

      http://www.diariodeumexcomunista.blogspot.com.br/2013/09/todos-somos-diferentes-todos-somos.html

      Abraço!

      Excluir
  3. Concordo contigo. A mim, que sou Português, chamaram-me Fascista por dizer que Álvaro Cunhal queria transformar Portugal numa Colónia Russa em 1975. Depois do 25 de Abril, eles estiveram muito perto de conquistar o poder, mas o Partido Socialista e os militares não deixaram. Não concordo contigo quando dizes que gostas de Margaret Thatcher ou Ronald Reagan. As suas polítícas neo-liberais deram cabo dos direitos de muitos trabalhadores e causaram esta crise em que vivemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que causaram a crise em que vivemos? Thatcher e Reegan tiveram seus defeitos, mas seus méritos superam.

      Depois que Thatcher deixou o governo da Grã-Bretanha, o país era outro: a economia tinha melhorado bastante, a condição absoluta dos pobres melhorou e os empregos que outrora foram suprimidos tinham voltado a crescer.

      No inicio o thatcherismo gerou desemprego sim, mas tudo isso foi recuperado com o que ela fez pelos ingleses.

      Excluir
  4. E que o Fascismo/Nazismo é de Esquerda é burrice. Os fascistas defendem a Família, os comunistas não. Os fascistas são racistas e nacionalistas, os comunistas não. Os nazis mataram 6 milhões de Judeus, os comunistas não. O Partido Comunista em si, é mais democrático do que o Partido Fascista ou Nazi, embora sejam ambos ditatoriais. Os comunistas supostamente defendem o povo, e os fascistas de facto os patrões. Os nazis e os fascistas permitiam a religião e os comunistas não. E a organização da economia em si, também é diferente. Não são nem nunca foram iguais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comunismo, nazismo e fascismo têm as suas diferenças. Em momento nenhum disse que são ideologias iguais. Porém, já que é para comparar, o nazismo e o fascismo estão mais próximos da esquerda do que da direita.

      Tem um texto muito bom aqui: http://direitasja.com.br/2012/02/22/nazismo-e-suas-raizes-marxistas/

      Excluir
    2. E os 100 milhões de mortos do comunismo? Não conta?

      Excluir
    3. só a URSS matou 100 milhões.

      quanto aos "6 milhões de mortos", nem se sabe se eram mesmo todos judeus já que todos eram azkhenazin e não tinham aparência hebraica, é sabido que alguns "judeus" usam a midia pra manipular fatos a seu favor, e dizer que hitler perseguiu "semitas" é muita desonestidade.

      não estou questionando as mortes, só digo que dizer que hitler cometeu esses crimes só por motivos raciais é ser leviano demais.

      Excluir
  5. NASDP-Partido Nacional Socialista Alemão, mais claro que isso é impossível.
    Realmente, o comunismo não matou 5milhões, foram 85 milhões.
    O partido é mais democrático desde que vc obedeça cegamente suas ordens, Trótski que o diga....
    Os comunistas nivelam o povo, deixam todos na miséria...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçado que o Muro foi feito para impedir que pessoas do Alemanha COMUNISTA fugissem para a CAPITALISTA...Se fosse tão bom assim, não precisava de Muro de Berlim.

      Já vi esse número várias vezes. De acordo com o Livro Negro do Comunismo foram mais de 100 milhões.

      Excluir
  6. Burrice é engolir acriticamente a estorinha de que nazismo e fascismo foram regimes direitistas. Estorinha, não por mera coincidência, disseminada por autores ... esquerdistas!
    Que fique claro: não se trata apenas de nomes de partidos. Um excelente livro para eludidar essa questão é "Fascismo de Esquerda", de Jonah Goldberg. Os dois primeiros capítulos do livro, dedicados, respectivamente, ao fascismo e ao nazismo, demonstram à exaustão a natureza inequivocamente esquerdista daqueles regimes. E se ainda restar alguma dúvida (por incrível que possa parecer, dada a prova cabal no corpo do livro), o autor disponibiliza ao final, em apêndice, os 25 pontos do programa do NSDAP, o partido nazi, no qual se salientam, claramente, o igualitarismo, o centralismo estatal, o ANTICAPITALISMO, conquanto dirigido mais contra as grandes corporações, e a restrição à liberdade de expressão. Queria encarar alguém dizendo na minha cara que isso é direita. Uma coisa é o desconhecimento dessas informações; outra, é após ter acesso a elas continuar na farsa de nazismo e fascismo "direitistas".
    A titulo de lustração (estou em casa, com o livro em mãos), vou citar o ponto 17, que só um fanático míope sem cura verá conceção de direita nele:

    Ponto 17 do Programa do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães:

    "Nós demandamos uma reforma agrária adequada às nossas necessidades, uma legislação para desapropriação da terra para propósitos de utilidade pública, sem indenização, a abolição dos impostos territoriais e a proibição de toda especulação com a terra."

    Este e todos os outros: esquerdismo até à medula (o ponto 25 é o endeusamento do Estado).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduardo, obrigado pela indicação do livro, não o conhecia. De fato o fascismo e o nazismo são extremamente parecidos com o comunismo. Apesar de serem anti-marxistas, isso não os enquadra no espectro político de direita. O xingamento "fascista!" é um dos mais equivocados...

      Vou atrás desse livro!! Fiquei com muita vontade de ler.

      Tem no site da Saraiva: http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/2848063/fascismo-de-esquerda-a-historia-secreta-do-esquerdismo-americano

      Valeu!

      Excluir
  7. Sobre as postagem: muito bem humorada. A tática segura contra os xingamentos esquerdistas é interrogá-los sobre o significado dos xingamentos. Com toda a certeza, quem costuma vomitar o rótulo de fascista a qualquer um que discorde da intelentsia oficial não faz a menor idéia do QUE É fascismo, como se originou, desenvolveu e atuou o regime fascista na Itália e os pontos comuns com toda a plataforma esquerdista "progressista", atual, inclusive e principalmente.

    Dois pontos, meu caro: a revista Veja acho até que tem um matiz de direita liberal (conservadora, nem de longe), mas a Globo, que sempre foi oportunista é simplesmente governista. Se o governo da hora é de esquerda, então a rede também é esquerdista desde criancinha. Tudo isso, claro, no plano político, que não pode ser confundido com o plano moral - nesse aspecto, até a Veja, como a Globo, são liberais ao extremo, profundamente anticonservadoras.
    Abraços de um também ex-comunista (dos que diziam que tudo que se falava de Stalin era mentira da elite dominante).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo assim acho que a Veja é uma das melhores revistas que o Brasil tem, se não for a melhor. Como todo esquerdista, já cheguei a odiá-la, mas hoje realmente gosto de lê-la. Mesmo sendo anticonservadora, é um dos poucos veículos de comunicação que não se converteram ao esquerdismo editorial.

      A Globo é a maior propagadora do marxismo cultural aqui no Brasil e esteve sempre aliada ao poder dominante. Governo militar? Globo apoiou. Collor? Globo apoiou. FHC? Globo apoiou. Lula e Dilma? Não apoiou de início, mas depoi$ passou a apoiar.

      Excluir
  8. Ótima postagem sobre como ridicularizar esses esquerdistas.
    Um dos maiores problemas (senão o maior) da direita é usar um linguajar muito técnico, jargões e termos praticamente desconhecidos quando quer se comunicar com o 'povão', que em geral vota em esquerdistas porque estes sabem ridicularizar seus adversários (tática de Saul Alinsky) e usar uma linguagem simples enquanto um liberal começa a citar Mises ou um conservador, Scruton, o que faz a direita soar elitista e a esquerda, defensora do povão.
    Acho que a direita tem muito o que aprender sobre guerra política com Alguns esquerdistas e ex-esquerdistas, como Horowitz.
    Se liberais e conservadores fizerem a lição de casa, vão ganhar muito espaço, e, quem sabe, acabar com essa corja que nos governa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Gustavo.

      O eleitorado brasileiro é extremamente contraditório. Embora seja predominantemente de direita - como apontam as pesquisas Datafolha, abomina a direita como figura política!

      Seria como eu gostar de comer pastel mas não gostar da massa e nem do queijo.

      O que a direita precisa fazer - além de se "desintelectualizar" para o povão, é tirar seu errôneo rótulo de "opressora". No Brasil, quem é de direita "é do mal", e quem é de esquerda é "do bem". É uma falácia ENORME, que está enraizada na cabeça do povo.

      O mesmo povo que tem IDEAIS DE DIREITA, acha que DIREITISTAS NÃO PRESTAM. Acho que falta marketing político aí!

      Excluir
    2. "O eleitorado brasileiro é extremamente contraditório. Embora seja predominantemente de direita - como apontam as pesquisas Datafolha, abomina a direita como figura política!". Verdade.
      Enquanto o povão continuar associando a direita com "defensores da ditadura", "facistas", "elitistas", "racistas", etc, nada vai mudar, por isso eu acho de extrema urgência que a direita se una e lance candidatos nessas eleições que tenham carisma e saibam se comunicar com o povo.

      Excluir
    3. Até existem candidatos de direita, mas são muito, mas muito minoritários. O Lobão começou a entrevistá-los esse mês, começando pela Denise Abreu. http://lobaoentrevista.blogspot.com.br/

      Excluir
  9. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  10. fascismo nada mais é do que estado de sitio, só houve três regimes desses que se "aproximaram" da direita que foram o de mussoline, o de pol pot e o de getúlio vargas. o resto TODOS foram SOCIALISTAS! e alguns perduram até hoje como é o caso da coreia do norte e cuba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente teve muitos mais ditadores assassinos de direita: Franco na Espanha, Salazar em Portugal, Pinochet no Chile, em muitos países da América Latina.
      Pol Pot era comunista assassino.

      Excluir
  11. Parabéns pelo blogue!

    Contudo quero comentar que acho um erro usar o termo "direita". Que é a direita em 2015? A direita é apenas um lugar onde sentavam os parlamentares da revolução francesa, apenas isso.
    Na realidade existem os conservadores e os liberais.
    Os primeiros gostam do Estado, como os esquerdistas, e alguns não gostam muito de democracia (ditaduras fascistas), de livre-mercado nem de concorrência e para isso usam o governo para protegê-los, através de impostos às importações ou regulações absurdas para dificultar a vida da concorrência. São as grandes empresas, incluídos os média como a GLOBO. Portanto, não é verdade que fascismo seja esquerda, senão que ambos são estatistas, o Estado é o Deus para eles. E as principais guerras foram causadas pelos Estados.
    Por outro lado estamos os liberais que defendemos um Estado mínimo com poucos burocratas, liberdade e respeito, cooperação e empreendedorismo, iniciativa privada e livre-mercado, contra o que defendem esquerdistas e conservadores. Na Europa os partidos liberais são diferentes dos conservadores, apenas nos EUA se apresentam juntos o qual ao meu ver considero um erro para transmitir a mensagem liberal.

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo blog! Ficou excelente! Sou mais um dos muitos ex-socialistas que existem por aí e posso dizer: esquerdistas só sabem à tática alinskiana de xingar e recorrer ao escárnio. Eles nunca debatem ideias, nunca ouvem o argumento oposto e nunca apresentam um contra-argumento baseado em dados e fatos. Entre em qualquer página “de direita” nas redes sociais e preste atenção nos comentários. Verá que os esquerdistas sempre recorrem às mesmas táticas: xingar, debochar, apelidar (“tinha que ser coxinha”) assassinar o caráter, recorrer a falsas dicotomias (“você é tucano”), escrever coisas non-sequitur como “kkkkkk” ou “mas e o Cunha?”, etc.

    Acho que a razão pela qual eles fazem isso é por, em geral e ao contrário dos direitistas, não acreditam que aqueles que os opõem estão errados do ponto de vista lógico. Não, eles veem a direita (seja liberal ou conservadora) como a personificação do Mal e que por isso não precisam ser debatidos, apenas destruídos. Sempre que você refutar o argumento de um esquerdista com dados de um historiador ou economista, ele não vai se propor a analisar os dados, mas simplesmente vai dizer algo como “esse cara é de direita e não tem credibilidade”. Se você provar por A mais B que a socialista é economicamente impossível, ele não vai ler o argumento – simplesmente vai dizer que você está errado e vai mencionar algum país europeu (que de socialista não tem nada!) como suposto exemplo de socialismo. Se você explicar calma e pacientemente, com dados históricos, porque se opõe ao feminismo, ele simplesmente vai acusá-lo de ser um conservador machista. Se você demonstrar ceticismo quanto à histeria do aquecimento global promovida pela imprensa, ele vai ridicularizá-lo e dizer que isso é um consenso e que só um “idiota reacionário” para discordar, como se fatos científicos fossem uma questão de popularidade. Se você tiver uma página no Facebook e ele começar a ficar muito popular, esquerdistas usarão de ardis como ferramentas de denúncia para derrubar a sua página e calar a sua voz.

    Não existem argumentos com esquerdistas. O que se deve fazer, na minha opinião, é ignorá-los veementemente e tentar colocar luz na cabeça daqueles que ainda estão por cima do muro ou que não tem uma opinião definida.

    ResponderExcluir
  13. Se me chamarem de golpista porque eu apoio o impeachment da Dilma como eu devo rebater?

    ResponderExcluir
  14. Se me chamarem de golpista porque eu apoio o impeachment da Dilma como eu devo rebater?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. R$ 700.000.000,00 PARA A CAMPANHA DE DILMA: ISSO SIM É GOLPE !!

      Excluir

Não seja um esquerdista chato, comente civilizadamente!

Mais dúvidas? Pergunte-me em: http://ask.fm/diariodeumexcomunista